Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Ansiedade interferindo na rotina dos indivíduos e transformando suas vidas - Portal Nortão


No comando: Amor sem fim!

Das 10 às 20:00

No comando: Music Paradise

Das 10:00 às 12:00

No comando: Top Fã – Nortão

Das 14:00 às 15:00

Ansiedade interferindo na rotina dos indivíduos e transformando suas vidas

Por Fátima Borges

A ansiedade é um sentimento que faz parte da vida da maioria dos indivíduos, tanto que em um nível controlado é considerado normal. A ansiedade nos causa medo, mas o medo nos ajuda a evitar comportamentos impulsivos. É uma emoção vaga, desagradável, que nos causa tensão. Ela pode ser gerada por uma situação de risco ou ameaça e prepara o organismo para tomar atitudes que possam prevenir ou diminuir os possíveis prejuízos.

A ansiedade pode gerar insônia, tremedeira, palpitação, sudorese, entre outras manifestações. Esse sentimento deve ser observado com cuidado, pois, “estar ansioso” é diferente de ter um Transtorno de Ansiedade. Estar ansioso é considerado uma ação pontual (curta duração) que provoca sensações desagradáveis, mas que o indivíduo consegue lidar com os sintomas e retomar o seu equilíbrio.

Entretanto, a ansiedade se torna patológica quando entra em um nível elevado e permanece por um longo período de tempo. Nesses casos, nem sempre o indivíduo consegue identificar o que, naquela situação, está lhe causando medo e preocupação, e muitas vezes tende a interpretar situações normais como eminentemente perigosas ou catastróficas. Quando isso acontece, a ansiedade passa a ser considerado um transtorno mental.

Mas, como reconhecer que a Ansiedade se transformou em um Transtorno de Ansiedade?

Quando os sintomas começam a interferir na sua rotina. Se seu mundo começa a ficar limitado por conta desses sintomas (por exemplo, você deixa de participar de eventos sociais, fazer coisas que deseja e/ou alimentar-se da forma como gostaria) ou se esse sentimento está repercutindo nas suas relações afetivas, está na hora de buscar ajuda profissional.

Outro aspecto a ser observado é a intensidade e tempo de permanência da ansiedade. A ansiedade normal tem uma duração curta e pontual, se ultrapassa esse período e deixa você em alerta por longo tempo pode gerar fadiga, prejudicar o sono e o desempenho cognitivo, diminuir a eficiência do seu sistema imunológico, além de interferir no andamento das suas ações cotidianas.

Nem sempre é fácil controlar esses sentimentos sozinho, e uma das características do transtorno de ansiedade generalizada é justamente o indivíduo não ter um senso de controle sobre esses sentimentos e sintomas, por isso, não deixe de procurar ajuda profissional. Para reconhecer a necessidade, fique atenta a alguns sinais:

  1. Sentimentos frequentes de inadequação;
  2. Preocupação excessiva;
  3. Medo desproporcional ao perigo real da situação;
  4. Dificuldade para realizar as atividades diárias;
  5. Problemas no sono;
  6. Agitação e irritabilidade;
  7. Dores de cabeça e no corpo;
  8. Crises de taquicardia e falta de ar;
  9. Ataques de pânico.

Se você se identificou com os sintomas acima e sente que está mais difícil lidar com os próprios sentimentos, saiba que a terapia é a intervenção mais eficaz para melhorar a ansiedade, tendo em vista, que na maioria das vezes o indivíduo não consegue avaliar a própria ansiedade sozinho.

Aumentar o autoconhecimento é o primeiro passo para o indivíduo ficar bem e com a ajuda de um terapeuta é possível entrar em contato consigo mesma e entender as raízes e os desdobramentos do problema.

Ao tratar o assunto na terapia, você o entende melhor. Vai conseguir perceber o que alimenta a sua ansiedade, identificar as possíveis causas e reconhecer as emoções e comportamentos que vêm dificultando a sua vida.

Muitas crises de ansiedade parecem acontecer sem que haja alguma relação concreta com alguma coisa. Pode ser um pensamento, um conflito interno, uma crença, uma frustração, etc.

Conseguir perceber o que alimenta a sua ansiedade e identificar suas possíveis causas permite que você possa olhar de uma forma diferente para esses elementos que a sua psique está interpretando como algo de tão apavorante.

Reconhecer essas emoções e dar um significado mais realista e racional para elas, pode mudar sua atitude diante dos comportamentos que vêm dificultando a sua vida.

Não existem dicas gerais para modificar comportamentos ansiosos. A forma como você vivencia a sua ansiedade não é igual a de outras. A intervenção de um psicólogo no tratamento da ansiedade é fundamental para superar os sintomas e recuperar sua saúde mental.

* Dra. Fátima Borges – Psicóloga Clínica, Escolar, Organizacional e Comunitária. Formação Psicanalítica e Comportamental

Deixe seu comentário: